Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: Candidato a prefeito é detido com R$ 14 mil e lista de 'eleitores' no Sertão da Paraíba
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
O flagrante ocorreu durante uma operação de Batalhão de Operações Policiais Especiais de Patos. Os objetos foram encontrados dentro de um c...
O flagrante ocorreu durante uma operação de Batalhão de Operações Policiais Especiais de Patos.

Os objetos foram encontrados dentro de um carro
Um candidato a prefeito na cidade de Santa Cruz, localizada no Sertão da Paraíba, foi detido após ser flagrado com mais de R$ 14mil (em espécie), notas fiscais e listas contendo nomes de pessoas. O flagrante ocorreu na noite desta terça-feira (2), durante uma operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais de Patos. Girleno Pereira da Silva e seu vice Francisco Alves da Silva já foram liberados.

De acordo com informações do cabo Adair Cavalcante, do 14º BPM de Sousa, os policiais militares estavam realizando rondas pela região quando perceberam um veículo estacionado as margens da rodovia estadual que liga as cidades de Aparecida e São Francisco.

Durante abordagem, segundo Luiz Claudio, delegado plantonista de Sousa, os policiais encontraram dentro de veículo dos políticos cerca de R$ 14,3 em espécie, diversas notas fiscais de um posto de gasolina da região e uma lista contendo nomes de moradores de um distrito da cidade. Entre uma das frases encontradas no documento tinha a frase: “Casa para cuidar no dia”.

"Os suspeitos estavam em atitude estranha. Os candidatos foram abordados em um local escuro, e o carro estava com as luzes apagadas. Numa das listas encontradas no veículo, tinha diversos nomes de pessoas e, ao lado, os valores correspondentes. ", comentou o delegado.

Os candidatos foram encaminhados para a Delegacia de Sousa. Em depoimento, Girleno Pereira disse que o valor seria para pagamento de combustíveis utilizados pela sua empresa. Os políticos prestaram depoimento e liberados.

" Vou encaminhar o caso a Justiça Eleitoral de Sousa na manhã de hoje ( quarta) para o promotor analisar se houve crime eleitoral. Porém, as evidências para o delito são grandes", revelou o delegado Luiz Claudio.


Por Portal Correio
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top