Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: Fechamento atinge agências franqueadas que não atenderam adequações. Prazo final para cumprimento de edital termina neste domingo (30)
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
A partir da próxima segunda-feira (1°), 22 agências franqueadas da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) devem fechar na Paraíba. Isto por...
A partir da próxima segunda-feira (1°), 22 agências franqueadas da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) devem fechar na Paraíba. Isto porque apenas três das 25 franqueadas do estado, migraram para o novo modelo de agências franqueadas dos Correios, definido em edital lançado em 2011. De acordo com a assessoria da ECT na Paraíba, as cinco unidades próprias da empresa, nos bairros de Água Fria, Mangabeira, Cristo, Cidade Universitária e Cruz das Armas, continuarão funcionando normalmente.
Para Ronaldo Oliveira Fernandes, dono de uma agência franqueada no bairro de Tambaú, todos os responsáveis por agências que devem fechar a partir da próxima segunda-feira estão em busca de liminares que garantam o funcionamento. “Estamos correndo atrás, mas a princípio, todos que não conseguiram seguir o edital vão ter que fechar. Caso isso seja permanente, será um transtorno para toda a população da grande João Pessoa. Isso sem falar nos desempregados direta e indiretamente”, comentou. Conforme a assessoria, existem agências franqueadas em João Pessoa, Bayeux, na Região Metropolitana da capital, Campina Grande, no Agreste, e Patos, no Sertão paraibano.
De acordo com a assessoria, a empresa já possui um plano de contingenciamento em andamento para atender a demanda das agências que poderão ser fechadas a partir de 1° de outubro. Os clientes serão direcionados para rede própria de atendimento mais próxima das localidades. Ainda confrome os Correios da Paraíba, duas agências já assinaram contrato para migrar para o novo modelo de agências franqueadas, nos bairros da Prata em Campina Grande e Cristo em João Pessoa, e uma em vias de assinatura do contrato no bairro da Torre, na capital.
As novas agências franqueadas prestarão todos os serviços anteriormente ofericidos, além de possuirem sistema de automação de atendimento online com os Correios, imóveis compatíveis com a quantidade de guichês, mobiliários e equipamentos adequados, além de possuírem maior segurança jurídica. A partir da assinatura do contrato, as novas franqueadas terão 12 meses para se adaptarem ao novo modelo.
Do G1PB
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top