Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: No Dia Internacional de Combate às Drogas, PM apreende quase 300 pedras de crack
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
No Dia Internacional de Combate às Drogas, a Polícia Militar conseguiu apreender 283 pedras de crack e R$ 268 na madrugada desta quarta-fei...

No Dia Internacional de Combate às Drogas, a Polícia Militar conseguiu apreender 283 pedras de crack e R$ 268 na madrugada desta quarta-feira (26), no município de Campina Grande (distante 122 quilômetros da Capital paraibana), no bairro da Glória, Zona Oeste.

Segundo informações da Polícia Militar, a prisão aconteceu após uma abordagem rotineira na Feira Central do bairro da Glória. Um policial desconfiou de um homem em atitude suspeita e, quando foi investigá-lo, encontrou em seu veículo as 283 pedras de crack, R$ 268 em dinheiro e mais dois celulares das marcas Nokia e Samsung.

O estofador Josivaldo Bernardo da Silva, 30 anos, foi encaminhado para a Central de Polícia sob acusação de tráfico de drogas e, ainda nesta quarta-feira, deverá ser conduzido ao Presídio Regional do Serrotão.

O Dia Internacional do Combate às Drogas foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 1987, como uma forma de estimular o debate em torno do tema e também de planejar ações e cooperações para chegar a uma sociedade global completamente livre da dependência química e do tráfico ilícito de drogas.

No início de junho, durante uma operação conjunta entre as Polícias Federais de Campina Grande (PB) e de Minas Gerais, 19 quilos de cocaína foram apreendidos. A apreensão foi considerada a maior deste ano na Paraíba. Dois homens, acusados de tráfico, foram presos transportando a droga, que seria comercializa durante a realização dos festejos juninos no Estado.

Na Paraíba, de acordo com o último levantamento feito pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), ocorrida no início de 2012, apontou um aumento de 45,7% na quantidade de entorpecentes apreendidos em relação ao ano de 2011. As polícias estaduais apreenderam quase 700 quilos de drogas em todo o Estado, entre maconha e cocaína (crack e pó), enquanto que no ano anterior foram 471 quilos.

De janeiro a dezembro, a Gerência Executiva de Laboratório Forense do Instituto de Polícia Científica (IPC) contabilizou 547 quilos de maconha, 124 quilos de crack e 15 quilos de cocaína. O volume de cocaína apreendido no ano passado foi oito vezes maior que o total obtido em 2011 (1,700 kg). Também merece destaque a apreensão de maconha, com um aumento de 84% na comparação com o ano anterior (297 kg). Somente a Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), subordinada à Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana, foi responsável por 44% das apreensões.

Para a ONU, “o problema mundial das drogas continua a constituir uma ameaça séria à saúde pública, à segurança e ao bem-estar da humanidade, em especial dos jovens, e à segurança e soberania dos Estados, comprometendo a estabilidade socioeconômica, a estabilidade política e o desenvolvimento sustentável”.

Portal Correio
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top