Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: Consumidora do DF encontra plástico dentro de garrafa lacrada de Coca-Cola
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
Uma consumidora encontrou um pedaço de plástico dentro de uma garrafa lacrada de Coca-Cola nesta quinta-feira (26). O mercadinho onde o p...
Uma consumidora encontrou um pedaço de plástico dentro de uma garrafa lacrada de Coca-Cola nesta quinta-feira (26). O mercadinho onde o produto foi comprado funciona em Samambaia, região administrativa do DF.

É do comércio que Antônia Marlene de Oliveira garante o sustento da família. Ela vende doces, salgados e, principalmente, bebidas. Os refrigerantes são sempre os mais comprados e foi justamente ao vender uma Coca-Cola que ela teve uma supresa nada agradável.

— A cliente ficou girando a garrafa e perguntei o que estava acontecendo. Ela respondeu que tinha algo estranho dentro da garrafa e quando eu peguei para ver notei que era um pedaço de plástico.

A embalagem de dois litros é retornável. A tampa está intacta, sem qualquer indício de violação. À primeira vista parece que a garrafa está normal, mas é só rodar um pouco o refrigerante para perceber o problema.

O pedaço de plástico boia no líquido e a impressão que dá é que é um lacre ou mesmo uma embalagem plástica.— Fiquei e continuo preocupada. Vai que uma criança toma esse refrigerante e se engasga com esse plástico?

A comerciante disse que procurou a Coca-Cola para falar do problema, mas não teve a resposta que desejava da fabricante.

— Me trataram mal, não me responderam do jeito que esperava. Foram bem grosseiros comigo e mandaram esperar que iriam trocar a garrafa.

Notificada, a Vigilância Sanitária esteve no comércio. O chefe da autarquia em Samambaia, Duarte França de Moura, explicou que uma amostra do produto será coletada para ser analisada.

— Vamos encaminhar ao Lacen (Laboratório Central) que vai emitir um laudo em 30 dias. De acordo com o laudo, a Vigilância Sanitária se encarregará de fazer a notificação do fabricante do produto. Dependendo do desfecho, a empresa pode levar uma multa que varia de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

Depois do incidente, a geladeira da comerciante começou a ficar cheia, porque quase nenhum cliente mais quer comprar o refrigerante.

A dona de casa Laurinda Almeida de Souza, que comprou o produto com problema, disse que agora está evitando comprar Coca-Cola.

— Lá em casa todo mundo gosta de Coca-Cola, mas agora a gente não compra mais nem aqui nem em outro lugar.

O pedreiro Antônio Souza disse que uma situação dessas não é aceitável em hipótese alguma.

— Não vou comprar mais não. É ridículo isso, falta de higiene.

E este não é o primeiro “objeto” estranho visto dentro de uma embalagem de Coca-Cola. Recentemente, um homem encontrou em São Paulo pedaços de ratos nas seis garrafas de refrigerante que comprou. Uma delas, fez questão de guardar: está lacrada e com a cabeça do roedor dentro.

A história deste consumidor deu o que falar e gerou milhares de comentários e compartilhamentos na internet. Mesmo bem humorados, os protestos mostram a indignação dos consumidores com o fato de um rato ter sido encontrado desta forma.

A Coca-Cola foi procurada para comentar o assunto, mas não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Conexão Notícias com R7
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top