Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: Oficiais de Justiça paralisam e até 70% dos mandatos deixam de ser cumpridos na PB
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
Para reivindicar um aumento no custeio das viagens a trabalho, os oficiais de Justiça da Paraíba estão realizando uma campanha junto ao Tri...
Para reivindicar um aumento no custeio das viagens a trabalho, os oficiais de Justiça da Paraíba estão realizando uma campanha junto ao Tribunal de Justiça. Enquanto não é feita a reavaliação desse custeio, muitos oficias estão deixando de cumprir os mandados e a redução de acordo com o TJ já chega a 70%.

Em entrevista nesta quarta (27), o presidente do sindicato, Antonio Carlos Santiago Morais, comentou que o processo já começou em agosto do ano passado com a implementação da campanha e explicou que o próprio TJ verificou que o valor pago pelo custeio das viagens é ‘irrisório’. São pagos R$ 680 reais e o consenso que a categoria chegou é de R$ 2.700 para os agentes cumprirem os mandatos.

Enquanto aguardam a resposta do TJ, os agentes estão deixando de cumprir alguns mandatos. São cumpridos aproximadamente 300 por mês e de acordo com Morais, esse número diminuiu até 70% desde que os agentes iniciaram a campanha. As paralisações impactam a justiça gratuita e a judiciária.

De acordo com o presidente do sindicato, os agentes que arcam com o ônus, fazendo uso de veículo próprio e gastando com gasolina enquanto essa não é a obrigação deles.

A categoria pede esse aumento ou então que o TJ conceda veículos oficiais para cada um dos agentes.

“A situação está por conta do TJ, ele já diagnosticou que os valores são insuficientes e tem noção de quanto é necessário. Esperamos que até o dia 20 seja colocado no orçamento a verba necessária. Não há possibilidade de greve, estamos falando de o agente não tirar mais o custeio do seu salário porque é obrigação do estado”, diz.

Com informações da Rádio CBN João Pessoa
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top