Menu

Diário de Riachão Diário de Riachão Author
Title: Rara e mau cheirosa, flor-cadáver é cultivada por casal em Três Corações
Author: Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
Um casal em Três Corações (MG) cultiva em seu quintal uma das plantas mais raras, e com certeza, a mais mau cheirosa do mundo: a flor-cadá...
Um casal em Três Corações (MG) cultiva em seu quintal uma das plantas mais raras, e com certeza, a mais mau cheirosa do mundo: a flor-cadáver. A espécie, na verdade, é um conjunto de flores em uma única planta, chamado de inflorescência, e cada uma exala mau cheiro, daí o odor forte e pouco apreciado que deu o nome popular de flor-cadáver à espécie.

“Dependendo da hora do dia e do Sol que ela pega, o odor é muito forte e junta bastante inseto em volta dela. Então é um cheiro bem desagradável”, comenta Wilson Lázaro Pereira, o dono da planta de Três Corações.

Ele conta que a flor, um dia, apareceu no seu quintal. “Eu não arrumei semente, nada. Sei apenas que um vizinho meu tinha uma plantinha, a gente chamava até de flor de Natal, o vizinho aqui de cima. Aí quando eu comprei esse terreno, ela começou a brotar no meu quintal e depois de uns 10 anos, aí que veio a primeira flor, em 2011″, lembra.

O odor forte da planta foi percebido até pelos vizinhos, que quiseram saber de onde vinha o mau cheiro. “Eu falei pra minha sogra que estava fedendo carniça”, conta a dona de casa Cristiane Oliveira. “Aí ela falou que achava que era algum bicho morto. Ela foi perguntar para a Eunice [esposa do Wilson), e aí ela chamou a gente pra ver a planta. Eu achei engraçado 'né', porque ela é muito bonita, mas é muito fedida".

Seu Wilson mora no Distrito da Flora com a esposa, Eunice Paula Ferreira. A primeira flor apareceu há três anos, em um cantinho no corredor da casa bem ao lado do quarto do casal. Eunice não suportou o cheiro e decidiu cortar a planta. "O cheiro era muito ruim, principalmente à noite. A gente deitava e não aguentava o cheiro, e ainda era próximo à cozinha. Ai eu acordei e cortei ela", conta a mulher de Wilson.

A botânica explica o mau cheiro

O professor e botânico Manuel Gavilanes viu as fotos da primeira flor que apareceu na casa em Três Corações, ficou curioso e foi até a casa do casal para analisar de perto. Ele explica o odor da planta. "É para atrair os agentes polinizadores", conta.

Segundo o especialista, para atrair os insetos que irão polinizar a espécie, algumas plantas têm cores vistosas, outras produzem néctar e algumas produzem um odor atrativo para os insetos. "Esse cheiro pode ser agradável ou desagradável para a gente, mas para uma mosca varejeira, esse cheiro de carne podre [da flor-cadáver] é o que existe de melhor”, completa Gavilanes.

Segundo o professor, existem 170 espécies deste tipo de flor no mundo. A planta aparece desde o oeste da África até as ilhas do Pacífico e não é nativa das Américas. A espécie que brotou na casa em Três Corações pode ser originária da Ásia, de acordo com Gavilanes, chamada de Amorphophallus Konjac.

G1
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top