Menu

Diário de Riachão Diário de Riachão Author
Title: RC diz que Cássio não continuou obras de Maranhão nem as da própria gestão: ‘não fico constrangido por resgatar’
Author: Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
O governador e candidato a governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), comentou as alfinetadas que recebeu do também candidato, sena...
O governador e candidato a governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), comentou as alfinetadas que recebeu do também candidato, senador Cássio Cunha Lima (PSDB) a respeito de obras que não foram iniciadas em seu governo e rebateu: “ele não tem nada e parou as obras que Maranhão estava fazendo”. 

Coutinho falou do decreto que o tucano emitiu para parar as obras do ex-governador José Maranhão e pôs fim, inclusive, às suas próprias obras, como o programa ‘Boa Nova’ que acabou em sua segunda gestão. “Ele mesmo parou a dele”, censurou e brincou: “É um caso para a ciência estudar”. 

Coutinho admitiu que começou obras com o empréstimo do Boa Nova sim, vários anos depois, já que para ele, o governo de Cássio tinha falta de planejamento. “Não sou relapso. Não sou ator, sou gestor”, diz. 

Ele comentou ainda que continuou as obras como o Espaço Cultural, Amigão e Almeidão, porque ‘não quer saber se Ernani Sátiro fez a obra, se foi ele eu aplaudo e fui lá para poder tratar daquilo que é público’. o governador explicou também que o Centro de Convenções tinha um investimento de apenas R$ 4 bilhões e o projeto já está em R$ 242 milhões, dos quais R$ 144 milhões são de recursos estaduais. 

Coutinho reclamou do senador afirmando que “ele teve coragem de dizer que tinha planejado tudo (as estradas) e que o dinheiro estava aí. Não é verdade! O que ele tinha feito era um empréstimo de R$ 100 milhões de dólares e nosso programa de estradas chega a R$ 1.240 bilhão. 10 vezes mais que o empréstimo que ele não conseguiu liberar porque o estado não tinha capacidade para isso”, reclama. 

“Se ele acha que eu fiquei constrangido de dizer que eu resgatei obras, é um elogio. Eu tenho credibilidade”, conclui.


Marília Domingues
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top