Menu

O Diário de Riachão O Diário de Riachão Author
Title: Novo sal não contém sódio e evita que pressão arterial suba
Author: O Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
Boa notícia, principalmente para os hipertensos: já está à venda um novo sal sem sódio, substância considerada vilã da saúde cardíaca. Tr...
Boa notícia, principalmente para os hipertensos: já está à venda um novo sal sem sódio, substância considerada vilã da saúde cardíaca. Trata-se do Bio Salgante, primeiro produto do tipo produzido no país. Fabricantes garantem que o sabor é o mesmo do sal de cozinha.

O salgante vem na versão em pó, mas a principal diferença está no preço — 100 gramas do produto custam R$ 16,90. A compra só pode ser feita pela internet e é cobrado frete (http://loja.biosalgante.com.br). De acordo com Nilson Capozzi, sócio-diretor da empresa Matrix Health, responsável pela novidade, até o fim do ano o produto deverá estar nas prateleiras de lojas e mercados do Rio.

Em vez do cloreto de sódio, o Bio Salgante possui cloreto de potássio, além de iodo e realçador de sabor. O produto foi testado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em ratos sem hipertensão e hipertensos. Após alguns dias de consumo da dose equivalente à recomendada para ingestão humana de sal comum, tanto os saudáveis como os hipertensos apresentaram aumento da pressão arterial. Com o Bio Salgante, os dois grupos mantiveram os mesmos índices de pressão.

“O público alvo é o hipertenso, mas como o brasileiro consome muito sal, não só as pessoas com pressão alta serão beneficiadas com uma alternativa ao sal comum”, disse Nilson, acrescentando que apenas pacientes com insuficiência renal crônica não podem usar o Bio Salgante.

O produto é adequado para qualquer alimento, mas não pode ser submetido a temperatura maior do que 180 graus para não perder o sabor. O gosto, Nilson garante, é 90% parecido com o sal comum. “Fizemos testes cegos com pessoas e a maioria não conseguiu perceber a diferença. Rasparam o prato”.

Alternativa: use temperos para dar gosto

Como o preço do novo produto é elevado, o jeito é ter criatividade na hora de cozinhar. Para substituir o sal, Stephan Lachtermacher, cardiologista do Instituto Nacional de Cardiologia, recomenda o uso de temperos como coentro, manjericão, cebolinha e alho. “A hipertensão pode levar a AVC e infarto”.

Até o Bio Salgante ficar pronto, foram cinco anos de pesquisas, lideradas pelo farmacêutico Massayoshi Yoshida, do Centro de Biotecnologia da Amazônia. Em março, o produto foi registrado na Anvisa como ‘novo alimento’, já que a formulação é inédita e por conter ingredientes que necessitavam de avaliação de segurança.

O Dia Online
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top