Menu

Diário de Riachão Diário de Riachão Author
Title: Polícia Civil faz megaoperação na Cidade de Deus, no Rio
Author: Diário de Riachão
Rating 5 of 5 Des:
Policiais civis relizavam uma megaoperação, na manhã desta quarta-feira (23), na comunidade da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. Esse ...
Policiais civis relizavam uma megaoperação, na manhã desta quarta-feira (23), na comunidade da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. Esse é o quinto dia consecutivo de ação policial região. Como mostrou o Bom Dia Rio, pelo menos 100 carros da Polícia Civil, com o auxílio de dois blindados, e 400 policiais participavam da operação.

Através da Divisão de Homicídios, a Polícia Civil participa da investigação da queda do helicóptero da Polícia Militar que resultou na morte de quatro PMs e também da morte de sete homens que foram encontrados na região de mata da comunidade.

A operação desta quarta-feira, que tem como objetivo cumprir mandados de prisão e mandados de busca e apreensão, foi realizada por meio da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), com apoio da Subchefia Operacional, do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e de diversas delegacias especializadas e distritais.

Entre os 400 policiais civis que participam dessa ação, 25 são delegados. A operação e está sendo realizada em decorrência de uma investigação realizada pela Delegacia de Combate às Drogas, com o apoio da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), na qual foram identificadas e indiciadas nove pessoas que participaram diretamente dos confrontos ocorridos no ultimo final de semana na comunidade.

Entre os suspeitos estão Edvanderson Gonçalves Leite, conhecido como "Deco", responsável por comandar o trafico de drogas na região. Segundo a Polícia Civil, "Deco" obteve liberdade em 21 de julho deste ano e, desde então, observou-se um aumento considerável do poderio bélico na comunidade, bem como colocou em prática um plano de expansão territorial. Com base nas provas colhidas, o delegado representou pela decretação dos mandados de prisão dos nove criminosos que foram deferidas pela Justiça. Os indiciados irão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de armas de fogo.

Os investigadores já têm duas informações sobre a queda do helicóptero da Polícia Militar, na Cidade de Deus, no sábado (19). A transmissão das imagens foi interrompida pouco antes da queda. E os documentos da aeronave estavam em dia. Agentes da Divisão de Homicídios foram nesta terça-feira (22), ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), que apura o que causou a queda do helicóptero.

Duas perícias foram realizadas no local: uma do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), que vai determinar a dinâmica da queda do helicóptero e a da Cenipa, que teve acesso a todos os equipamentos do aparelho pode determinar o que causou o problema na aeronave. A DH quer saber se o Cenipa conseguiu imagens da câmera interna da aeronave, que possam ajudar a entender o caso. Quatro policiais militares que estavam no helicóptero morreram na queda.

A DH também investiga se os sete homens encontrados mortos na mata, na Cidade de Deus, no fim de semana, foram executados ou não. Segundo a polícia, todos eles tinham passagens pela polícia, a maioria já tinha sido presa por tráfico de drogas. A polícia apura se eles foram mortos por traficantes, por policias militares ou por milicianos.


G1
Reações:

Sobre o Diário de Riachão

Publicidade

Postar um comentário Blogger

Comente esta notícia

 
Top